I wanna play with you...
Já deve estar cansado de me ouvir repetir mil e uma vezes por dia que te amo, que amo e que amo. Cada vez mais. Mas entenda que todas as vezes que te repito o que sinto por ti, é para que não esqueça. Para que ponha de vez na tua cabeça de que só existe você, só você. E não, você nunca irá me perder, porque você me tem 110%. E caso um dia, eu te perdesse, seria como me perder também. Então pare de se preocupar, pare de ocupar a sua mente com perguntas bobas e acredite em mim, acredite quando eu digo que quero você, acredite quando eu digo que sou sua e que você é meu. Então, já disse que você faz parte de mim? Já disse o quando preciso e necessito de você? Pois bem, entenda que é só você, amor, só você. Quantas vezes terei de repetir? É você, você e você. Ninguém mais. Entenda que você sempre será a primeira coisa que me vem a cabeça antes de dormir e após acordar. Entenda que todas as vezes que te digo para não desistir de mim, é porque não quero, nem pensar, em te perder. Sei que digo que tenho medo, mas não o deixo me controlar. Sei que digo que não vai dar certo, mas torço para dar. Não entende? O meu pessimismo é alto demais, eu confesso, mas não consigo pensar coisas terríveis sobre nós dois. Eu simplesmente não consigo. Então me faz um favor, larga toda a dor, larga todo o medo, larga a tua armadura e vem aqui. Vamos arrumar nossa bagunça, de um jeito que só a gente sabe. Você me conhece muito bem, mais do que todo mundo, sabe o quão sou de desistir fácil, de partir pra outra. Mas não deixa. Não deixa eu desistir de você […] E eu, com essa estúpida ideia de achar que não necessito de ninguém, que sou independente, me vi dependendo de você. Eu acho que me esqueci de viver sem você, me esqueci de como era a minha vida sem você. E todas as vezes que te falei que não queria você, que não precisava de ti, de ninguém. Eu menti. Eu realmente preciso de ti. Acho que simplesmente percebi que a minha vida era muito entediante e repetitiva antes de você aparecer, e percebi que de uma forma ou de outra, eu preciso de você, e tenho medo de você não precisar de mim da mesma forma. Preciso de tuas mãos que encaixam perfeitamente entre as minhas. Preciso de você aqui, nas minhas veias, nos meus lábios, no meu corpo. Preciso de você aqui me aquecendo de novo desse inverno sem fim. Preciso de qualquer coisa que venha de ti. Preciso ouvir tua voz, tua risada, preciso te ouvir sussurrando no meu ouvido que me ama, que ama e que ama. Preciso. Eu preciso de ti, apenas de ti e pronto. De mais ninguém. Só nós. Não preciso das rosas, não preciso de uma cena romântica de filme, mas eu preciso de alguma coisa, de você. Preciso apenas de algumas horas ao seu lado, ouvindo sua voz, vendo seu sorriso, olhando nos teus olhos, sentindo o teu abraço, para me viciar um pouco mais em você. Para me apegar ainda mais, para ter certeza de que te tenho 100%, porque você sabe, você me tem. Não entende? Eu sou tua. Sempre fui tua, sempre serei. E eu, mesmo negando, quero ficar horas contigo, só escutando sua respiração acelerada junto à minha, segurar a tua mão e sentindo o teu beijo. Preciso de você. Não é fácil admitir isso, mas é a verdade: Eu preciso de você. Eu só preciso te ter, só preciso de você, aqui e agora. Eu não preciso de palavras, as palavras pesam, elas vêm com uma promessa inquebrável junto com elas, eu quero que venha, e faça acontecer. Sem promessas. Nada de promessas. Já me viciei nas tuas palavras, me viciei na tua voz e no som da tua risada, eu estou realmente dependendo de você. Então fica. Fica por hoje a noite, amanhã também, se você quiser, ou até mesmo para sempre. Eu já me tornei tua. E eu, não consigo, simplesmente não consigo me imaginar sem você. Ariel S. (doce₪inverno)
Nada de vadias no mundo

um-ser-indefinido:

THEME